quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mistureba de Sentimentos

Volto aqui super aliviada em relação a Jade! Minha lindona já anda normamente! Claro que ainda está de repouso, e tomando os remédinhos...Mas tudo voltou a fluir direitinho!
No domingo, viemos(trouxe a Jade tbém - só p/ constar) para a casa dos meus pais já que o Rafa teria ensaiar p/ formatura dele....Nesse tempo, em que TODOS saem de casa, e eu fico só, decidi visitar minha prima. Prima essa, 2 anos mais nova que eu, e já com seu baby de 11 meses, o Pietro. Que é uma fofura! Um bbzinho super rizonho....lindo! E como os preparativos da festinha de 1aninho precisavam andar, me ofereci. E foi super legal, sabe?! No inicio, tive dúvida se iria dar certo. Tipo, eu tão pertinho de um neném, e ainda sem um sinal do meu.....Imaginei sim, que iria me sentir péssima vendo ela dar de mamar, trocando fraldas, ensinando ele a falar MAMÃE! Mas, isso não aconteceu gente! Eu super papariquei o bbzinho lindo, ajudei minha prima(que amoooo muiiitoooooo), e estava sendo assim...Tudo lindo! Hoje, eu voltei lá, p/ continuar ajudando. E assim que eu cheguei uma noticia: Outra prima grávida! Até agora, estou pedindo a Deus, para que nem minha tia, e nem prima tenham percebido nada. Mas, no momento que soube da novidade, me bateu uma depre! Nãoooo, eu não fiquei triste por ela. Não tive inveja. Eu fiquei triste por mim! Essa outra prima, nem estava na vida de tentante. E eu, que sou, ainda não consegui! Soube da novidade, e soltei:" Que bom!" Foi só o que eu consegui falar! Minha prima fazendo uma super festa, pq o Pietro vai ter um novo priminho, e eu só falei "Que bom!"
E teve outra coisinha tbém....Depois da noticia de baby novo na area, o pai do Pietro chegou. E outro choque: Vi ali uma familia linda. Familia que eu quero ter. Fiquei imaginando o Maridão cuidando do nosso baby, enquanto eu estiver fazendo outra coisa. Brincando, paparicando....Falando: Olha lá a MAMÃE!
Eu de verdade, do fundo do meu coração, não senti inveja. Senti falta de algo que não tenho! Se é que isso é possivel...
Não estou doente na vida de tentante. Quer dizer, eu acho que não estou. Se estou super tentando? Nem estou. Até pq, esse é um outro medo. Ficar robótica. Tipo, fazendo unicamente por aquilo. Acho que corremos(pelo menos eu acho que corro), um grande risco de acontecer isso.
Então...será que há entendimento p/ que aconteceu comigo hoje? Será que alguém nessa vida de tentante, passou por isso?
To morrendo de vontade de voltar p/ minha casa, e ficar lá isolada....bem no meu cantinho. Esperando p/ esperar meu bbzinho.

3 comentários:

  1. Pois é Ligia...é um tanto estranho essa sensação de que a vida parou...vivo nisso a 8 anos...juro ja tentei me libertar desse sentimento q me assola, em esperar e esperar....mas quando penso e decido faze-lo...me pego me traindo...e esperando uma boa noticia para me dar, para dar.
    Mas tudo bem...esse ano q me tirou muitas lagrimas...mas creio q o ano q vem...me darás muitos sorrisos.

    Quanto ao seu post...todo esse sentimento q te invade sei com detalhes como é....e te digo amiga...vamos passar por isso como vencedoras...e esse blog, vai ser apenas um registro de quão gueirra nós fomos.
    Q o no q se incia...2012 seja pra vc de muitas alegrias...e q essa vontade linda de contrui uma familia se torne realidade. É o q te desejo do fundo do meu coração...porque sei exatamente, com a mesma intensidade a dor q tu sentes!
    Bjusss com saudades de ti tbm!
    Obrigada por tudo!

    ResponderExcluir
  2. É assim mesmo que nos sentimos... Acho que todas as tentantes passam por isso na verdade.
    Temos que seguir em frente confiando sempre na misericórdia de Deus, que um dia há de nos conceder o que tanto desejamos em nossos corações, né?!
    Xerim ♥

    ResponderExcluir
  3. Amei, amo a beleza
    Tropecei muita vez na incerteza
    Transformei miséria em realeza
    Ri de contente e de tristeza

    Ri para os olhos que me deram amor
    Ri para o mar onde pesquei ilusões
    Ri em cada partida e chegada
    Que fiz numa vida de contradições

    Procurei o segredo da verdade feliz
    Percorri o caminho do vento cheio de ardor
    Uma gaivota entregou-me uma concha cheia de mar
    Era…O Elixir do Amor…

    Um mágico Natal

    Abraço-te

    ResponderExcluir